Segundas às sextas-feiras de 08:00 às 17:00 - Sábado de 08:00 às 12:00    Av. Prudente de Moraes, 901, Belo Horizonte - MG
(31) 3293 - 7312

Tudo Que Você Precisa Saber Sobre Óculos

Usar óculos divide opiniões: há aqueles que não gostam, por achar desconfortável ou inestético e há outros que gostam, por achar que compõe bem o visual e por estarem bem adaptados ao seu uso. Mas de onde vem a necessidade de usá-los?

Nem sempre, o foco da imagem no olho está perfeito e, por isso, é necessário usar óculos. Os óculos modificam a direção dos raios de luz que chegam aos olhos, ajustando a nitidez da imagem. Os “tipos de grau” são chamados tecnicamente de “erros de refração”. Os erros de refração são: miopia, hipermetropia e astigmatismo. Para cada um desses erros, a lente tem um formato, que faz o devido ajuste da imagem. Sobre o assunto “óculos” sempre surgem dúvidas.

Quem precisa de óculos?

Toda pessoa com queixa de visão fraca deve ser examinada por um médico oftalmologista, para avaliar se é necessário o uso dos óculos. Muito provavelmente, a visão irá melhorar com uso dos óculos, mas existem doenças dos olhos que podem enfraquecer a visão. Daí a necessidade do exame oftalmológico completo, que avalia o erro de refração (“grau”) e procura por outras doenças oculares. Os olhos que necessitam de óculos quase sempre são saudáveis e não necessariamente têm lesões. Apenas necessitam ajustar o foco da imagem com as lentes corretivas.

Não usar óculos pode piorar o grau atual?

Não usar os óculos não interfere na evolução do erro de refração. Por exemplo, se a miopia do paciente aumentou é porque iria aumentar de toda forma. Nesse caso, usando ou não os óculos, o “grau” iria aumentar. O uso dos óculos não garante que o erro de refração ficará estável.

Não usar óculos pode trazer prejuízo à visão?

Em adultos, deixar de usar os óculos receitados não traz prejuízos aos olhos. O máximo que pode acontecer é sentir desconforto visual, dores de cabeça e ficar com a visão embaçada. Esses sintomas não são definitivos e melhoram com o uso dos óculos.

Em crianças, a situação é diferente. O sistema visual da criança está em desenvolvimento e, por isso, a imagem nítida é importante para que a visão atinja seu máximo potencial. Esse desenvolvimento acontece apenas até os sete anos. Erros de refração moderados ou mais intensos devem ser obrigatoriamente corrigidos com óculos, para que não fiquem sequelas visuais no adulto. No entanto, erros de refração muito pequenos não precisam ser corrigidos. Há casos de estrabismo que melhoram com o uso dos óculos. Daí a importância do exame com médico oftalmologista, que saberá se está indicado o uso de óculos na criança.

Dor de cabeça pode ser causada por não usar óculos?

Sim. Quando a visão está “embaçada”, fazemos um esforço com olhos na tentativa de torná-la mais nítida. Esse esforço pode causar cansaço visual, olho vermelho e dor de cabeça. A dor de cabeça não é forte, e ocorre durante ou após os momentos em que estamos com a visão mais focada, como durante o estudo, uma aula ou no uso do computador. Esse desconforto não traz graves problemas ou ameaças à saúde ocular, mas piora a qualidade de vida e reduz nosso desempenho no trabalho e nos estudos.

Por que é necessário ir regularmente ao oftalmologista?

O exame do “grau dos óculos” é uma parte do exame Oftalmológico. Além de medir o grau dos óculos, o Oftalmologista avalia o olho como um todo, em busca de lesões que ameaçam a saúde ocular. Examinam-se a córnea, conjuntiva, pálpebras, cristalinos, retina e nervo óptico. Existem muitas doenças oculares que são silenciosas ou discretas e, por isso, não são percebidas pelo paciente em suas fases iniciais. Por isso, há necessidade de consultar anualmente com médico oftalmologista, assim como com o médico clínico e ginecologista.

Existem outras opções ao uso dos óculos?

Sim. As opções mais comuns são lentes de contato e cirurgia a laser. As lentes de contato devem ser adaptadas pelo médico oftalmologista e seu uso requer muito rigor, para que não aconteçam doenças causadas pelo uso incorreto. Quanto à cirurgia a laser, o “grau” deve estar estável e só é indicada após os 18 anos.

Bem, agora que você já se informou sobre os óculos, como está sua visão?


Procure nossa clínica e cuide da saúde dos seus olhos!

Deixe uma resposta